Portes grátis em encomendas superiores a 39€ para Portugal Continental
  • Nozes de Saponária - Granel
  • Nozes de Saponária - Granel
  • Nozes de Saponária - Granel

Nozes de Saponária - Granel

0,20 €  

Descrição:

  • São o fruto da "Árvore do Sabão"
  • Detergente ecológico 100% natural e biodegradável
  • As cascas contêm saponinas, substâncias que possuem propriedades similares às do sabão, quando em contacto com a água
  • Sem químicos, proveniente de agricultura biológica
  • Detergente da roupa
  • Detergente da loiça
  • Limpa-vidros
  • Detergente multiusos para todas as superfícies
  • Champô para animais
  • Repelente de insetos e pragas nas plantas
  • Antialergénicas, ideais para lavar a roupa de bebés ou pessoas com pele sensível 

Conselhos de utilização:

  • 100g de nozes de saponária dá para, aproximadamente, 20 a 30 lavagens
  • Quando as nozes entram em contacto com água, a saponina dissolve-se e forma o detergente.
  • Para lavar a roupa/loiça na máquina - colocar 4 nozes dentro de um saquinho de algodão ou dentro de uma meia. As mesmas nozes podem ser utilizadas 3/4 vezes. Como não tem aroma podes colocar umas gotinhas de óleo essencial.
  • Para detergente multiusos - colocar cerca de 10 nozes numa panela com 1L de água e deixar ferver durante 5 minutos. Coar a água e colocar num recipiente para utilização.

Dicas do Avô:

  • No final da utilização das nozes, podes colocá-las na terra ou vasos para fertilizar.

 

Sabias que:

  • A maioria dos detergentes mais comercializadas são compostos por químicos sintéticos, muito diferente do das nozes de saponária que são 100% naturais
  • O azoto presente nos detergentes, em contacto com com o fósforo na água, cria nutrientes que estimulam o crescimento de algas em água doce. Este tipo de algas consome o oxigénio na água (eutrofização), esgotando-o e arruinando assim os seus ecossistemas.
  • Grande parte dos detergentes contém tensoactivos que ajudam a retirar a sujidade da roupa, mas também são altamente tóxicos para os ecossistemas aquáticos, decompondo a camada mucosa que reveste os peixes para proteção de parasitas e bactérias.
  • Estas substâncias tensoactivas não se desfazem totalmente, em vez disso vão-se degradado e tornando cada vez mais tóxicas.
×